Quer vir a Foz do Iguaçu? Se liga nessas dicas!

Em Produtos, Utilidadesby Michel Figueiredo

1

Contrate uma agência de turismo receptivo que inclua serviço de acompanhamento de um guia de turismo local

O guia de turismo além de enriquecer a sua viagem com informações locais, cuida de todo seu roteiro, acompanhando em todos os passeios do inicio ao fim.

Dá dicas de segurança, pode remanejar os passeios dependendo das condições climáticas, ou caso venha a afetar a segurança do passageiro.

O guia de turismo tem a função de cuidar de tudo, antecipar a reserva no restaurante, cuidar para que os passageiros não se percam nas trilhas do parque nacional lado brasileiro e argentino, sempre dando a maior atenção possível. O passeio das Cataratas lado argentino dura, em média, oito horas com caminhada. Sem acompanhamento de um guia fica inviável conhecer tudo com tranquilidade.

Além das informações, e história de cada atrativo o guia é responsável pelos trâmites fronteiriços nas aduanas brasileiras, argentina e paraguaia. Ou seja, com um guia fica tudo muito mais fácil e organizado.  


2

Feriados em Foz

Os feriados nacionais são os períodos que Foz do Iguaçu fica lotada com muita facilidade. Por isso, é bom já vir com vir com tudo reservado, hotel, passeios e restaurantes para evitar constrangimentos.

Os atrativos possuem locais exclusivos para compras de ingressos, destinados aos guias. Evitando que o próprio turista aguarde em longas filas.

Venha a Foz nestas datas com tudo reservado. Evite qualquer desconforto. A organização de sua viagem fará toda a diferença.


3

Separe um dia para visitar cada lado das Cataratas

O lado brasileiro tem uma trilha mais curta. São aproximadamente 1.800 metros do início até o Espaço Porto Canoas. Contudo, oferece várias opções de passeios opcionais, além de refeições, lanches, cafés e lojas. Então, quando você já está dentro do Parque Nacional do lado brasileiro, se você se encantar com algo além do que estava programado (um passeio ou almoço opcional), o tempo acaba ficando curto se você não tiver separado um dia para este lado das Cataratas.

Já o lado argentino, além de souvenirs, conveniência, lanches, café e refeições, tem um total de caminhada de aproximadamente oito quilômetros. Então, obrigatoriamente você precisa de todo um dia para visitar este lado do atrativo por completo.


4

Protetor solar e repelente

Lembre-se que você estará, na maior parte do tempo, rodeado de áreas com mata. Por isso, insetos costumam aparecer mais durante as estações quentes. 

Além disso, não se esqueça do protetor solar. A incidência do sol aqui é baste alta, mesmo no inverno. E no verão faz muito calor.


5

Use sempre roupas confortáveis

Na grande maioria dos pontos turísticos você vai sempre precisar caminhar, seja dentro do Parque das Aves ou para conhecer as Cataratas, por exemplo.

Para apreciar todas as áreas sem problemas, é muito importante estar com roupas que te deixem confortável. Tênis e bermuda são sempre ótimas opções.


6

Não se esqueça dos documentos

Se você tem a intenção de conhecer um pouco de Argentina e/ou Paraguai, não se esqueça de estar com seu RG ou passaporte original válido.

Estes documentos são solicitados a todos que querem passar pela fronteira. Uma busca é feita na alfândega e, após alguns minutos de espera, o acesso é liberado.

Detalhe: não são válidas e nem aceitas identidades de classe (OAB, CRM, CRC, militares, estudantis ou qualquer outra). Somente é válida a identidade civil emitida pela Secretaria de Segurança Pública Estadual ou Instituto de Identificação Estadual.

Este é um acordo do Mercosul para substituir a necessidade de passaporte.

OBS: nas bilheterias dos atrativos do lado brasileiro também são solicitadas as identidades.


7

Capas de chuva podem ser úteis

Apesar de ser uma experiência impressionante, nem todo mundo está disposto a ficar molhado com as gotículas espalhadas pelo vento vindas das quedas d’água das Cataratas.

Portanto, se sua intenção é continuar seco, compre uma capa de chuva ou leve de casa.

Cuidado com o celular no bolso, pois é possível que molhe!


8

Estude as datas

A primeira coisa a fazer antes de programar uma viagem a Foz do Iguaçu é pensar também na maneira que você prefere encontrar as Cataratas.

Se a ideia é ver as quedas d’água em seu potencial máximo e com muito volume, vá no verão, se você prefere ver a beleza de quedas d’água mais definidas, o melhor é ir no inverno.

Se não puder escolher a data da viagem, não se preocupe: as Cataratas são um espetáculo incrível o ano inteiro.


9

Restaurante Porto Canoas

O Restaurante Porto Canoas fica dentro do Parque Nacional do Iguaçu do lado brasileiro, e o buffet oferecido é bastante variado, com diversas opções de sobremesas opcionais.

Além da qualidade e das opções de pratos, o grande destaque mesmo é a varanda do restaurante, de onde é possível ouvir o som de suas quedas d’água. 

Sensacional fazer a refeição em um ambiente assim!


10

Parque das Aves

Um dos três atrativos mais visitados da região.

O Parque das Aves foi criado em 1994 com a proposta de oferecer condições de preservação ambiental e reprodução de animais. Possui uma área de 17 hectares de mata nativa, onde é possível conhecer os viveiros de aves tropicais raras e coloridas como periquitos, araras, flamingos e tucanos. Conta ainda com borboletário, viveiro de beija-flores e área de répteis, iguanas, camaleões, cobras e jacarés.

Atualmente o parque tem aproximadamente 1.100 aves de 140 espécies. As aves brasileiras predominam, porém espécies da África, Ásia e Austrália estão representadas. É possível tirar foto com uma arara em seu braço, basta enfrentar a fila que normalmente é grandinha. Mas vale a pena esperar!


11

Macuco Safári

Dentro do próprio Parque Nacional do Iguaçu, o Macuco Safári recebe visitantes do mundo todo para mostrar a força da natureza por meio da água. Isso acontece em um passeio de barco nas quedas das Cataratas, combinando aventura e emoção.

Fique tranquilo, pois a empresa responsável tem todas as certificações de segurança necessárias e sua experiência tem tudo para ser positiva.


12

Passeio de helicóptero

Uma alternativa para explorar ainda mais alguns detalhes das Cataratas é observando do alto.

Há um Passeio de Helicóptero que sai do Parque Nacional do Iguaçu.

A satisfação pela paisagem é garantida.


13

Noite Argentina

Ao invés de comprar um passeio para a cidade de Puerto Iguazú, na Argentina, opte pelo passeio Noite Argentina, adquirindo quatro atrativos em um só passeio.


14

Dutty Free Shopping

Em ambiente seguro e climatizado, o Duty Free Shopping em Puerto Iguazú, é uma ótima opção de compras na Argentina. 

Aqui você encontra grandes marcas e grifes mundiais, de vários tipos de produtos, todos em um só lugar.

No centro do edifício, tem também um café com alguns petiscos argentinos. Nossa sugestão é evitar o horário noturno, porque é quando os turistas terminam seu dia de passeio e vão em maior quantidade para lá.


15

Itaipu Binacional

A Usina Hidrelétrica de Itaipu é a maior geradora de energia limpa e renovável do planeta. No local, são oferecidas atrações turísticas, recebendo visitantes do mundo inteiro.

O empreendimento é binacional e foi desenvolvido por Brasil e Paraguai, com o objetivo de aproveitar o potencial hidráulico das águas do Rio Paraná.

O passeio mais procurado é a Visita Panorâmica. É muito interessante, e dá uma visão geral de todos os principais pontos da Usina e do reservatório que abastece Itaipu. Tem mirantes, além da gigantesca barragem de aproximadamente 8 km de extensão e 196 metros de altura, do leito do rio até o topo. Além disso, há o reservatório de 1.350 km². Este passeio é feito em um ônibus de dois andares, acompanhado de guias internos do atrativo.


16

Marco das Três Fronteiras

Marco das Três Fronteiras é o nome de um obelisco, atrativo histórico de Foz do Iguaçu. Em 1903, após a Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870), com a derrota do Paraguai, o Brasil e a Argentina, no intuito de demarcar suas fronteiras, construíram seu obelisco na foz do Rio Iguaçu, com suas cores nacionais. Ou seja, onde o Rio Iguaçu (Brasil / Argentina) termina, desembocando no Rio Paraná (Brasil / Paraguai). Mais tarde, o Paraguai também construiu o seu.

Atualmente, no lado brasileiro, a Concessionária Cataratas S/A construiu um complexo que replica as Reduções Jesuíticas e a história dos tempos do descobrimento das Cataratas. Lá o visitante se sente parte da história, com a arquitetura espanhola medieval, além de ter as facilidades modernas, como lojas de souvenirs, espaço kids, o Restaurante Cabeza de Vaca e, em alguns horários noturnos, shows de música e dança medieval e regional. Não perca o por do sol visto dali.

Este passeio faz parte de nosso City Tour.


17

Casino Iguazú

O casino Iguazú Grand Resort & Casino é um dos locais mais procurados na noite.

O lugar fica na Argentina, mas está a poucos minutos de Foz, assim é possível fazer um passeio e até apostar algumas fichas. Para os entusiastas em apostas, prefira o serviço de transporte privativo.

Este passeio faz parte da Noite Argentina.


18

Mesquita Árabe

Em Foz do Iguaçu é possível conhecer diversidades de religiões e costumes.

Mesquita Árabe sunita Omar Ibn Al-Khattab, construída a partir de 1981, oferece visitas guiadas entre 9h/11h30 e 14h/17h30, com agendamento.

As orações ocorrem cinco vezes ao dia e nestes momentos não são permitidas visitas.

Como na religião católica, em que as igrejas possuem um sino, a mesquita possui um chamamento, que é feito com a própria voz humana. Guiada pelo Alcorão, a religião tem costumes diferentes daqueles com que os brasileiros estão acostumados, como o fato de homens e mulheres rezarem em espaços separados.

Antes da visita guiada é preciso que todos retirem os calçados e que as mulheres cubram o cabelo com um véu que a própria mesquita oferece.

Visitas internas guiadas para grupos são apenas com agendamento, em serviço privativo.

Este passeio faz parte de nosso City Tour.


19

Templo Budista

Local para contemplação, cultura, arquitetura e religião budista.

Entre no clima conhecendo o Templo Budista Chen Tien e suas 120 estátuas, algumas delas com até dez metros de altura.

Este passeio faz parte de nosso City Tour.


20

Rafain Churrascaria Show

No Rafain Churrascaria Show, o sistema de buffet self-service é um show à parte, pois oferece opções de saladas, pratos quentes, sobremesas, comida árabe, japonesa e churrasco. Neste último, há várias opções como picanha, alcatra, maminha, lombo, costelinha de porco, linguiça, frango, cupim, costela e a carne de sol.

Durante o jantar, acontece o Show Latino Americano com dança e música de diversos países latinos representando a América do Norte, Central e do Sul.

O local trabalha diariamente servindo almoço e jantar. Só não atende domingo à noite.

Tudo muito gostoso!


21

Restaurante La Terraza

Se você tem a intenção de atravessar a fronteira e desfrutar um bom churrasco argentino, o Restaurante La Terraza é uma excelente opção.

Atendimento impecável, garçons super atenciosos (sendo que alguns até falam português) e bela estrutura. O forte do local, claro, é o churrasco. O cardápio oferece muitas opções. Além disso, tem música ambiente ao vivo.

Este passeio faz parte da Noite Argentina.


22

Compras no Paraguai

A proximidade com o Paraguai aguça bastante a vontade de comprar um produto que costuma ser mais barato no exterior. Sendo assim, basta atravessar a fronteira para o país vizinho para encontrar ótimas oportunidades de negócio.

Os baixos impostos cobrados no Paraguai em relação ao Brasil fazem com que as Compras no Paraguai se tornem uma ótima opção pra quem busca um bom preço.  A procedência, no entanto, pode ser duvidosa, por isso é importante escolher bem onde comprar.

Os pagamentos nas lojas podem ser feitos em dólar, real, guarani ou peso argentino, dependendo do estabelecimento. O mais indicado é pagar em dólar ou real quando o câmbio não estiver muito desfavorável.

Cartões de crédito também são aceitos, porém verifique se a loja é confiável.


23

Resorts, Hotéis, Hostels e Pousadas

Foz do Iguaçu conta com uma grande variedade de Hotéis, Resorts, Hostels e  Pousadas, mas lembre-se da antecedência da reserva, principalmente se for para épocas de alta temporada (época de férias escolares e feriados).